'The Guardian': Bitcoin é uma fraude que explodirá, diz chefe da JP Morgan

Quarta-feira, 13 de

Setembro

de 2017

Hoje às 12h02 - Atualizada hoje às 12h05Publicidade

Matéria publicada nesta quarta-feira (13) pelo The Guardian afirma que de acordo com o chefe do JP Morgan, Jamie Dimon, a Bitcoin é uma fraude que, em última instância, explodirá. Ele disse que a moeda digital só era adequada para uso de traficantes de drogas, assassinos e pessoas que vivem em lugares como a Coréia do Norte.

Falando em uma conferência em Nova York, o chefe do maior banco da América disse que iria desconsiderar "em um segundo", qualquer pessoa no banco de investimento que se encontra em negociação em bitcoin. "Por dois motivos: é contra nossas regras, e eles são estúpidos. E ambos são perigosos. "

Ele acrescentou: "A moeda não vai funcionar. Você não pode ter um negócio onde as pessoas podem inventar uma moeda fora do ar e pensar que as pessoas que estão comprando são realmente inteligentes".

"Se você estivesse na Venezuela ou no Equador ou na Coréia do Norte, ou se você fosse um traficante de drogas, um assassino, coisas assim, é melhor mesmo utilizar a bitcoin do que dólares americanos", disse ele. "Então, pode haver um mercado para isso, mas seria um mercado limitado".

Guardian explica que a Bitcoin é uma moeda virtual que surgiu após a crise financeira. Permite que as pessoas ignorem os bancos e os processos de pagamento tradicionais para pagar bens e serviços. 

Bancos e outras instituições financeiras estão preocupados com as primeiras associações de bitcoin com lavagem de dinheiro e crime on-line, e não foi adotado por nenhum governo, conclui.

>> The Guardian

Guardian explica que a Bitcoin é uma moeda virtual que surgiu após a crise financeiraPublicidadePublicidadePublicidade

Publicidade

Fotos e VídeosNews ArchiveFale ConoscoGoogle+FacebookTwitter

Jornal do Brasil | Copyright © 1995-2017 | Todos os direitos reservados