Maternidade em Manaus passa por vistoria após denúncias sobre déficit de profissionais

Maternidade Ana Braga em Manaus (Foto: Ariane Alcântara/G1 AM)

A Força Nacional de Fiscalização do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) realizou na manhã desta terça-feira (12) uma fiscalização na Maternidade Ana Braga, localizada no bairro São José I, Zona Leste de Manaus. A vistoria foi feita após denúncias sobre déficit de profissionais de enfermagem e violência obstetrícia.

A fiscalização contou com a participação de fiscais do Cofen, incluindo um membro da Câmara Técnica de Fiscalização do Cofen, do corpo administrativo da maternidade, além de uma representante do Sindicato de Trabalhadores Terceirizados.

A operação faz parte de um cronograma de fiscalizações do Cofen durante essa semana. As vistorias serão feitas até quinta-feira. Além da maternidade, a equipe de fiscalização irá fiscalizar o hospital geral de Manacapuru.

vistoria foi feita após denúncias sobre déficit de profissionais de enfermagem e violência obstetrícia (Foto: Ariane Alcântara/G1 AM)

De acordo com a coordenadora da operação de fiscalização, Michely Filet, o Cofen recebeu várias denúncias de irregularidades na maternidade Ana Braga, principalmente relacionadas ao déficit de profissionais de enfermagem e violência obstétrica.

Segundo a fiscal do Conselho Regional de Enfermagem do Rio Grande do Sul e integrante da Força Nacional do Cofen, que conduziu a fiscalização na unidade, Inês Soria Marques,

"Esse processo administrativo está vigente da instituição junto ao Coren do Amazonas. Neste processo tem, inclusive, diligência acostada do Ministério Público que versa sobre violência obstétrica. Vamos procurar identificar os pontos frágeis da assistência que poderão culminar sim com esses episódios lamentáveis de violência obstétrica com a população que é atendida", explicou.

O resultado da fiscalização na maternidade será divulgado no final da tarde desta terça-feira.