Melatonina: aliada do sono e da beleza tem venda liberada no Brasil

Melatonina: aliada do sono e da beleza tem venda liberada no Brasil (Foto: Ilustração)

Sabemos que dormir bem é essencial para ter uma vida saudável e o responsável por controlar e regrar esse ciclo é a melatonina, um hormônio produzido naturalmente pelo corpo. Porém, com o passar dos anos, a melatonina tem sua produção diminuída e isso implica na alteração da qualidade do sono.

Mas você sabia que é possível consumir a melatonina como suplemento e que seus benefícios vão muito além da indução do sono?

A importação e comercialização da melatonina como suplemento foram liberadas recentemente no Brasil, apenas para o uso em farmácias de manipulação, que podem manipular a substância em medicamentos.

Entre outras tantas funções, a melatonina auxilia no emagrecimento, combate a diabetes, controla a enxaqueca e provoca a sensação de sonolência, tão desejada por pessoas que sofrem de insônia.

Quando usada como suplemento não causa dependência, pois é um suplemento hormonal bioidêntico, ou seja, tem exatamente a mesma estrutura química e molecular encontrada no hormônio produzido naturalmente pelo organismo.

Por controlar o relógio biológico, a melatonina:

Combate os radicais livresAtua como anti-inflamatórioMelhora o sistema imunológicoReduz o envelhecimento das célulasReduz a hipertensão arterialPrevine a depressãoProtege contra o câncer e contra os efeitos tóxicos da quimioterapiaRestaura o funcionamento da tireoide e o aumento dos linfócitosAlivia os sintomas da tensão pré-menstrual (a famosa TPM)

Hormônio do sono está à venda em farmácias de manipulação (Foto: Ilustração)

Além da suplementação oral, que varia de acordo com a idade, peso e indicação do paciente, a melatonina também pode ser utilizada em tratamentos em forma tópica (cremes, loções, soluções capilares e shampoo), tendo como principal ação o antienvelhecimento da pele e do cabelo.

“A melatonina atua contra queda de cabelo por inibir a morte das células que produzem queratina e por atuar contra o hormônio que estimula a queda capilar. Por isso, atua contra o envelhecimento capilar e age tanto no crescimento quanto na densidade dos fios”, diz a médica dermatologista Dra. Monique de Souza Costa Mattos, da clínica Pela Pele.

Ainda de acordo com Dra. Monique, o uso da melatonina na pele também melhora a resistência das células epidérmicas (localizadas na camada mais externa da pele) e dérmicas (localizadas abaixo da epiderme) contra os danos causados pela radiação solar, tendo assim um efeito fotoprotetor e antienvelhecimento.

Após consultar um profissional e com a receita em mãos, é possível encontrar a melatonina para uso oral e tópico nas Farmácias de Manipulação da Farma Conde, localizadas nas cidades de São José dos Campos, São Paulo, Santos e São Bernardo.